Ministro da Saúde: Cabo Verde já ultrapassou a meta proposta de vacinar 70% da população elegível

O ministro da Saúde garantiu ontem, dia 24, Cabo Verde já ultrapassou a meta estabelecida de vacinar pelo menos 70 por cento (%) da sua população elegível até ao final do ano, com pelo menos uma dose, desde Agosto.

Arlindo do Rosário confirmou esses dados o no acto oficial da abertura do IV Congresso Internacional da Ordem dos Médicos Cabo-verdianos que decorre de 23 a 25 do corrente na Assembleia Nacional, onde reafirmou que a segunda dose de vacinação está a decorrer em bom ritmo e que o país já está com 35 % da população elegível completamente vacinada no País.

O governante, que destacou o “trabalho extraordinário” da equipa de vacinação, munidos da “bandeira da fé, amor e profissionalismo”, frisou que Cabo Verde tem sabido responder aos enormes desafios humanitários impostos pela pandemia, mas que em nenhum momento descurou outros programas importantes da saúde pública e da lura contra doenças de transmissões vectorial.

Já enquanto anfitrião do evento, o Bastonário da Ordem dos Médicos Cabo-verdianos, Danielson Veiga, destacou a importância do Congresso num momento em que o mundo tem declarado guerra à pandemia da covid-19, com o argumento de que o médico tem uma missão nobre que visa, acima de tudo, salvar vidas humanas, pelo que traçou como prioridade de Cabo Verde combater a pandemia.

Sob o lema “A (R)evolução da Medicina em Tempos de Pandemia”, o IV Congresso Internacional da Ordem dos Médicos Cabo-Verdianos conta com presença de parceiros oriundos de Portugal, do Brasil, de Angola e de Moçambique.

Conferências, mesas-redondas, palestras, comunicações orais de trabalhos científicos, posters e o simpósio “Projeto ROCHE em África e Cabo Verde” constam do programa de trabalhos ao longo dos três dias do Congresso.

A Ordem dos Médicos Cabo-Verdianos aproveitou o evento para acções de formações dos seus associados e dos estudantes de Medicina em Cabo Verde, através de cursos de “Tromboembolismo Venoso”, na Sala da Telemedicina do Hospital Agostinho Neto e “Investigação em Medicina”, via plataforma digital, com formadores nacionais e internacionais.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest