Missão olímpica e paralímpica apresenta ao IPC projecto “Casa de Cabo Verde em Paris’2024

Os representantes da missão de Cabo Verde aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris’2024 deram a conhecer os trâmites do projeto “Casa de Cabo Verde em Paris 2024” (Partner House de Cabo Verde), ao Instituto de Património Cultural.

Após a primeira abordagem ao ministro da Cultura, Abraão Vicente, o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) e o Comité Paralímpico de Cabo Verde (COPAC) visitaram esta quarta-feira o IPC, onde partilharam a iniciativa do Comité Olímpico Internacional (COI), para a implementação das casas dos países nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

O projeto, de acordo com informações avançadas pelo COC, “visa ultrapassar a dimensão desportiva do evento, com vista a que os Comités Olímpicos Nacionais tenham a oportunidade de expor os parceiros locais suas culturas, potencialidades e oportunidades”.

“Com uma comunidade enorme de cerca de 60.000 cabo-verdianos, Paris’2024 apresenta-se como momento certo para a implementação desta iniciativa, que irá realizar a promoção de Cabo Verde, para os mais de 20 milhões de visitantes que irão passar pela cidade durante os Jogos”, lê-se na comunicação do COC.

O IPC, segundo a fonte, “vendo esta oportunidade mostrou-se disponível a colaborar com o projeto, onde for necessário, para que o nosso património cultural esteja exposto à margem do maior evento desportivo mundial.

O IPC e o Comité Olímpico Cabo-verdiano assinaram um protocolo de cooperação para a realização do Museu Olímpico de Cabo Verde, visando a preservação da história olímpica e do desporto nacional.

Os dois comités reuniram-se ainda esta quarta-feira com o ministro do Turismo, Carlos Santos, com vista à aproximação do projeto, de forma a que se possa realizar a promoção de Cabo Verde como destino turístico e de investimentos.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us