Moçambique: Venâncio Mondlane sai da RENAMO e do Parlamento

Venâncio Mondlane renunciou ao mandato enquanto deputado na Assembleia da República e saiu da RENAMO. “Farei aquilo que o povo disser para eu fazer”, escreveu o político na sua página do Facebook.

Venâncio Mondlane, deputado pela bancada parlamentar da Resistência Nacional de Moçambique (RENAMO), apresentou esta segunda-feira (03.06) um pedido de renúncia do seu mandato.

A decisão surge “em consequência de uma tomada de consciência profunda da necessidade de busca de meios mais eficientes” e de uma “atmosfera política propícia para continuar o seu combate em defesa da democracia plena e na luta para o livre exercício dos deveres patrióticos”, alegou o político moçambicano.

Ainda nesta segunda-feira, “após reflexão aprofundada”, Mondlane escreveu ao secretário-geral do maior partido da oposição moçambicana a anunciar que renuncia à qualidade de membro da RENAMO, ao qual se juntou em 2018, concluindo que “deve buscar meios alternativos para continuar a promover a ética, princípios e valores duma democracia plena.”

Venâncio Mondlane e a RENAMO protagonizaram nos últimos meses um braço-de-ferro. Mais recentemente o partido proibiu o, ainda deputado, de utilizar os símbolos da RENAMO para promover a sua candidatura independente à Presidência da República.

… Em atualização

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us