Municípios reiteram “total engajamento” no processo de instalação do pólo universitário em Santo Antão

 Os municípios santantonenses reiteraram hoje “total engajamento” no processo da instalação do ensino superior nesta ilha, que ficará concluído em Outubro, com a abertura do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrária de Santo Antão.

O presidente da Câmara Municipal do Porto Novo e presidente em exercício da associação dos municípios da ilha, Aníbal Fonseca, renovou “total engajamento” das autarquias no processo da instalação e funcionamento do ensino superior na ilha, no arranque do ano letivo 2022-23.

No caso do Porto Novo, Aníbal Fonseca disse que a sua câmara tem tido “um papel crucial” na concretização desse objetivo “há muito tempo aguardado por todos”, tendo já disponibilizado um edifício para receber a sede administrativa do pólo universitário.

Esta garantia surge nas vésperas da assinatura entre a Universidade Técnica do Atlântico (UTA) e o Ministério da Agricultura e Ambiente de um protocolo no âmbito da instalação e funcionamento da Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrária de Santo Antão.

O Ministério da Agricultura e Ambiente vai ceder à UTA o centro agrícola de Afonso Martinho para o funcionamento de um dos campos do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrária de Santo Antão.

Uma equipa da Agência Reguladora do Ensino Superior (ARES) esteve de visita a Santo Antão na semanada passada e garantiu que estão reunidas “as condições mínimas” para a certificação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrária de Santo Antão.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest