Óbito: Morte de Aníbal Borges representa uma “perda irreparável” para o movimento sindical cabo-verdiano – UNTC-CS

A União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNT-CS) manifestou hoje “profunda dor e consternação” pela morte do sindicalista Aníbal Borges, afirmando que o seu passamento representa uma “perda irreparável” para o movimento sindical cabo-verdiano.

 

Numa mensagem a que a Inforpress teve acesso, a secretária-geral da UNTC-CS, Joaquina Almeida, afirmou que Aníbal Borges, que era presidente do Sindicato das Instituições Financeira (STIF), foi um dos sindicalistas mais destacados na área sindical cabo-verdiana.


“Ao tomar o conhecimento do passamento físico do senhor Aníbal Borges, um dos sindicalistas mais destacados na arena sindical cabo-verdiana, cumpre-nos enquanto representante máximo da UNTC-CS e em meu nome próprio manifestar a nossa profunda consternação e dor pela perda do malogrado”, lê-se no documento.


Aníbal Borges, ainda segundo Joaquina Almeida, fez parte de toda a trajectória da organização ao longo da segunda República, foi membro do Conselho Nacional da UNTC-CS, órgão máximo entre os dois congressos e presidente do STIF (filiado na UNTC-CS), realçando que o passamento do malogrado constitui uma “perda irreparável” para toda família da UNTC-CS e para o movimento sindical cabo-verdiano.


Aníbal Borges faleceu este domingo na cidade da Praia vítima da covid-19.

 

Inforpress/Fim.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us