OE 2023 com verbas para implementação do PCCS do ICCA e resolução das pendências da classe docente

O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças garantiu hoje que o Orçamento de Estado (OE’2023) prevê verbas para a ICCA e para a resolução de parte das pendências da classe docente.

Olavo Correia falava em conferência de imprensa quando foi confrontado com a questão da implementação do PCCS do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA) garantiu que estão previstas verbas no orçamento para o efeito, mas numa lógica faseada e progressiva como de resto tem acontecido nos últimos anos.

“Estamos a enfrentar um dos momentos mais difíceis e nós temos feito um exercício enorme de regularização das pendências desde que entramos. Aumentamos a massa salarial em quase 10 milhões de contos nos últimos anos, temos estado a fazer um esforço a cumprir com as nossas obrigações”, disse.

No entanto, frente às restrições orçamentais pediu a colaboração e compreensão dos profissionais de diversas classes, garantindo igualmente que o Governo está a trabalhar para criar as condições e ir resolvendo as pendências, sem pôr em causa o quadro macro-económico e quadro orçamental.

“Nós estamos confiantes em que nós estaremos em condições de cumprir com as nossas obrigações”, disse o ministro.

Inforpress/fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest