OE’2023 prevê cerca de 35 mil contos para obras do Ministério da Administração Interna

O Orçamento do Estado para 2023 prevê cerca de 35 milhões de escudos para obras do Ministério da Administração Interna, mais precisamente a conclusão da Esquadra de Monte Sossego e arranque das obras da Esquadra de Santa Cruz.

A informação foi hoje confirmada à imprensa pelo ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, à saída de uma audiência com a Comissão Especializada do Parlamento para Assuntos Constitucionais, Direitos Humanos, Segurança e Reforma do Estado.

“Esperemos poder inaugurar em Fevereiro ou Março as obras da Esquadra de Monte Sossego, São Vicente, e também iniciar as obras da esquadra de Santa Cruz, interior de Santiago, mas mais para meados ou finais de 2023”, disse o governante.

Segundo Paulo Rocha, há ainda, no caso da Esquadra da Polícia Nacional de Santa Cruz, um caminho a fazer em termos do projecto arquitectónico e também da localização.

Disse ainda o ministro que existem conversações em fases “bastantes avançadas” com a câmara municipal no sentido de definir o melhor local.

“Já foram efectuadas visitas ao terreno, o arquitecto também está a trabalhar no projecto de modo que aquilo que é a nossa planificação, terceiro trimestre, provavelmente estaremos em condições de apresentar esta obra”, frisou.

Para Monte Sossego está-se a pensar, disse, não só na instalação da Esquadra, mas também na Direcção de Serviços e Fronteiras e ainda na Esquadra de Piquete de São Vicente.

Paulo Rocha afirmou ainda que no presente orçamento não foi definida a contratação de técnicos para o Serviço Nacional da Protecção Civil, uma vez que há outras questões a resolver.

Entretanto, avançou que há uma verba na ordem dos 20 milhões de escudos que se destinam para aquisição de equipamentos e meios.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us