Fundação Fidel Mendonça leva equipa cabo-verdiana para Torneio de Basket 3×3 em França

Patrick Mendonça, Gabriel Correia e Angelito Varela são os atletas que vão deslocar-se para Parthenay-Gatine juntamente com o antigo capitão da seleção nacional de basquetebol.

A convite do presidente da câmara da Parthenay-Gatine, comunidade de municípios franceses que vai acolher o estágio de preparação da delegação de Cabo Verde nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, a Fundação do antigo capitão da seleção nacional de basquetebol, Fidel Mendonça, vai participar este fim-de-semana num Torneio de Basket 3×3 com atletas cabo-verdianos. A informação é avançada pelo antigo internacional cabo-verdiano que parte hoje, dia 19, para França.

Em entrevista ao Balai, Fidel explicou que o convite para participar surgiu em dezembro aquando da visita do presidente de câmara de Parthenay-Gatine e da sua equipa à cidade da Praia e ao Comité Olímpico de Cabo Verde, onde os representantes franceses ficaram interessados no trabalho que o antigo internacional cabo-verdiano tem vindo a desenvolver via a Fundação.

De recordar que Fidel Mendonça despediu-se da seleção nacional de basquetebol em outubro de 2023, após a participação de Cabo Verde no Mundial da modalidade. Desde então, o atleta tem-se dedicado, entre outras atividades, à Fundação com o seu nome que visa educar jovens através do desporto, nomeadamente do basquetebol.

O torneio de basquetebol 3×3 acontece este final de semana em Parthenay-Gatine e conta com vários jogos tanto no sábado como no domingo, sendo que a participação de Fidel Mendonça e dos atletas cabo-verdianos é destacada na página oficial do torneio.

Segundo Fidel Mendonça, os jogadores Patrick Mendonça, Gabriel Correia e Angelito Varela são os três jovens atletas que têm estado a despontar no basquetebol em Cabo Verde e são também atletas que jogaram quase todos os torneios de basket 3×3 promovidos pelo antigo internacional. “A escolha foi muito pelo mérito desportivo, mas também social. São jovens que têm apoiado a fundação e contribuído para o desenvolvimento deste projeto”, diz o jovem e acrescenta que esta é a primeira atividade da Fundação a nível internacional.

Abrir portas para novas participações

Fidel Mendonça afirma que a expectativa é que esta seja a primeira de muitas participações de atletas cabo-verdianos no torneio. “O objetivo é abrir portas, reforçar laços de amizade e criar um protocolo com a própria câmara municipal para que no futuro haja mais equipas cabo-verdianas a participar nestes torneios”.

Por isso a médio prazo, Fidel Mendonça revela que pretende realizar uma competição a nível nacional onde a equipa vencedora iria participar neste torneio 3×3 em Parthenay-Gatine, quer na categoria sénior, quer no sub-18, tanto másculino, como feminino.

Para Fidel Mendonça, foi uma grande honra receber este convite que mostra o reforço da ligação entre Parthenay-Gatine e Cabo Verde. Os

Os cabo-verdianos devem regressar ao país na próxima semana e o antigo internacional adianta que todos os custos da deslocação foram assumidos pela Fundação que tem parceiros que apoiam essas iniciativas mas o antigo capitão deixa o convite para que mais entidades apoiem a instituição para que mais atletas tenham possibilidade de competir .

Estágio de preparação em Parthenay-Gâtine

Em janeiro deste ano, o chefe da missão cabo-verdiana nos Jogos Olímpicos, Leo Moreau, explicou à imprensa que esta é a primeira vez que os atletas cabo-verdianos vão estar todos juntos em estágio de aclimatação (preparação) antes dos Jogos Olímpicos. A preparação será justamente na Comunidade de Municípios de Parthenay-Gâtine que fica a duas horas e meia de Paris, uma localidade que conta com infraestruturas desportivas de todas as modalidades onde Cabo Verde pode competir.

Paralelamente, o COC defende que os Jogos Olímpicos são uma plataforma para a promoção de Cabo Verde e a comunidade de Parthenay-Gâtine tem acolhido diferentes iniciativas culturais e não só.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest