MGF: Ritual alternativo traz esperança a meninas no Quénia

Durante várias gerações, as meninas da comunidade Maasai, no Quénia, foram forçadas a submeter-se à mutilação genital feminina (MGF) para serem consideradas mulheres. Hoje, esta prática proibida está a ser substituída, em algumas comunidades, pelo chamado “Ritual Alternativo de Passagem”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us