Uganda: Gravidezes precoces aumentaram durante a pandemia

Os confinamentos e o fechamento das escolas deixaram muitos jovens presos em casa. No Uganda, grupos de direitos das crianças dizem que isso levou à exploração, abuso sexual e gravidez na adolescência. Sobretudo no meio rural, meninas têm pouco acesso à educação sexual e ao controlo da natalidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us