Autárquicas’2024: Abraão Vicente pede a Francisco Carvalho para se demitir por “causar danos” à cidade da Praia

O candidato do MpD (poder) à Câmara Municipal da Praia, Abraão Vicente, acusou hoje Francisco Carvalho de “causar danos” à cidade da Praia, e, por isso, convidou o atual presidente da autarquia a apresentar a sua demissão.

O governante, que falava aos jornalistas na manhã de hoje, à margem do acto de lançamento do Projecto de Valorização dos Faróis Históricos de Cabo Verde, que decorreu no Farol Maria Pia, na Prainha, cidade da Praia, reafirmou hoje a sua candidatura ao cargo de presidente da capital do país nas eleições autárquicas deste ano nas listas do Movimento para a Democracia (MpD).

“Confirmadíssimo, não há dúvidas e não há volta atrás, serei candidato à Câmara Municipal da Praia, a tempo certo, assim que for anunciado a data da eleição, apresentaremos também à comunicação social e à população em geral, um timing para a minha permanência no cargo de ministro”, afirmou.

Entretanto, assegurou que neste momento “não há nenhuma incompatibilidade nem legal, nem moral” que o impeça de continuar a exercer o cargo de ministro da Cultura e das Indústrias Criativas e de ministro do Mar e que, a partir do momento que entregar oficialmente a sua candidatura, não passará nem um minuto no cargo de ministro após a apresentação pública.

“Deixando claro que, havendo quem se deve demitir agora, porque faz mais danos como incumbente, é o actual presidente da câmara”, declarou Abraão Vicente.

Questionado sobre as sondagens que dão vitória a Francisco Carvalho, Abraão Vicente assegurou não temer ninguém na política, realçando que as eleições não se ganham apenas com bons candidatos ou boas equipas, mas quem mobiliza mais pessoas no dia do voto.

“Isso quer dizer que até o dia do voto estaremos a fazer a melhor estratégia para mobilizar a sociedade civil, os partidos que são a base desta candidatura, mas obviamente não haverá nenhuma manobra que irá distrair uma estratégia que é convencer os praienses de nascimento, mas os praienses também comuns, como eu, que não são de nascimento, como o próprio presidente da câmara atual”, apontou.

Sublinhou que o município da Praia precisa de um projecto de urbanidade, de cosmopolitismo em que rapidamente nos primeiros meses consiga colocar a capital do país no “caminho certo” e com projectos que possam de facto credibilizá-lo, já que “não é um município qualquer”.

Na ocasião, lembrou que decidiu abraçar esse desafio lançado pelo MpD e que dentro e nos limites da lei será apresentado um programa de governação que dê de facto uma “nova esperança” à cidade da Praia.

Abraão Vicente manifestou-se publicamente e pela primeira vez, através da sua página oficial do facebook, a 11 de Março, apelando aos interessados na vida da capital do país a se juntarem à sua candidatura de modo a trazer uma “nova liderança e governação” ao município.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest