Capitólio: Biden denuncia “a grande mentira” de Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, condenou hoje a “grande mentira” do seu antecessor Donald Trump sobre o resultado das eleições presidenciais de 2020, acusando-o de ser responsável pelo ataque ao Capitólio, há um ano.

No discurso alusivo ao 1.º aniversário do ataque ao Capitólio, em Washington, Biden fez críticas severas ao “Presidente derrotado”, que culpou pela invasão da sede do Congresso norte-americano por parte dos seus apoiantes, dizendo que Trump foi o principal responsável pela insurreição.

“Pela primeira vez na nossa história, um Presidente não apenas perdeu uma eleição, mas tentou impedir a transferência pacífica do poder quando uma multidão violenta invadiu o Capitólio”, disse Biden.

“A democracia foi atacada”, disse o Presidente norte-americano, dizendo que, apesar das ameaças, “nós, o povo, prevalecemos”.

O ataque à sede do poder legislativo norte-americano ocorrido em 06 de janeiro de 2021 ficou marcados pela morte de cinco pessoas e mais de uma centena de polícias agredidos por uma multidão composta por apoiantes do ex-Presidente republicano.

Donald Trump tinha uma conferência de imprensa programada para hoje, mas cancelou a iniciativa, tendo anunciado que vai abordar o tema do assalto ao Capitólio num comício em 15 de Janeiro.

Inforpress/Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest