Covid-19: Cabo Verde recebe terça-feira primeira remessa das vacinas da Pfizer doadas pelos EUA

Cabo Verde recebe esta terça-feira 64.350 doses da vacina da Pfizer, que constituem a primeira remessa das 200.070 doses da vacina contra a covid-19, doadas pelos Estados Unidos de América (EUA) no âmbito do mecanismo Covax.

De acordo com o Ministério da Saúde, as 200.070 doses da vacina da Pfizer vão chegar à Cabo Verde em três remessas separadas e em lotes aproximadamente iguais, devendo os próximos lotes de 70.200 e 65.520 doses chegar ao país nos dias 10 e 12, respectivamente, nos voos da TAP.

A chegada da primeira remessa está prevista para às 12:40 desta terça-feira, e para receber o donativo vão estar no aeroporto Nelson Mandela, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, e o embaixador do Estados Unidos, Jeff Daigle.

O governo anunciou que essas vacinas da Pfizer serão utilizadas para vacinar a população adolescente, ou seja, com idade compreendida entre os 12 e os 17 anos, permitindo assim ao país aumentar a sua franja da população contemplada com a vacinação contra a covid-19.

Neste momento, Cabo Verde já conta com uma taxa de 83,21% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose, conforme dados actualizados hoje na conferência de imprensa de balanço da situação epidemiológica do país.

A meta é chegar aos 85% da população elegível com uma dose e 70% da população totalmente imunizada até ao final do ano, ou seja, nos próximos 24 dias.

Cabo Verde registou desde início da pandemia um total de 38.453 casos positivos acumulados e 351 óbitos por complicações da covid-19. De acordo com a última actualização, o país conta com 97 casos activos, dos quais três foram notificados nas últimas 24 horas.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest