Festival “O Sol da Caparica” arranca com atuação de vários artistas cabo-verdianos em Portugal

 O festival “O Sol da Caparica” deste ano arranca hoje com os cabo-verdianos Djodje, Ricky Man, Nelson Freitas, Kady, Mário Marta, Soraia Ramos e Gil Semedo entre os cerca de 90 nomes em cartaz.

A 7ª edição do festival que decorre de hoje a segunda-feira, 15, em quatro palcos, no concelho de Almada, com atuação de artistas de portugueses, brasileiros e africanos de vários estilos musicais, de acordo com a organização, nomeadamente pop, rock, música eletrónica, além de um palco para comédia, onde vão estar Fernando Rocha, Gilmário Vemba, Hugo Sousa e Aldo Lima.

Djodje e Ricky Man atuam no segundo dia do evento, 12 de Agosto, Nelson Freitas, Kady e amigos, Mário Marta e Soraia Ramos e amigos terão atuação do quarto dia do festival, 14 de Agosto, e a atuação do Gil Semedo – 35 anos de carreira está agenda para o dia 15 de Agosto.

No último dia, Nenny, filha de pais cabo-verdianos, também está confirmada para atuar no festival de cindo dias em que estarão ainda os Calema, Clã, Ive Greice, Jimmy P, Julinho KSD, Miguel Angelo, Tiago Bettencourt, Anna Joyce, Richie Campbell, Syro, Branko, Diogo Piçarra, Ivandro, Karyna Gomes, Nuno Ribeiro, Plutonio, ProfJam, Sam The Kid com Orquestra e Orelha Negra.

Bispo, Cláudia Pascoal, Mafalda Veiga, T-Rex, Zeca Sempre, Ana Moura, Maneva e Nenny também actuarão no festival, para além de vários DJ’s com música electrónica, como Buruntuma, Rich & Mendes, Dj Mandas, Dj Vibe, Dj Zullu e Kura, Djeff, Dj Vuddu e Vanco.

O festival “O Sol de Caparica” volta depois de dois anos interrompido, devido a pandemia da covid-19.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda