Juventude em Marcha encerra comemorações dos 38 anos com estreia da peça “Pinha ma Kentei”

 O grupo teatral santantonense Juventude em Marcha encerrou, sábado, as comemorações dos 38 anos com a estreia da peça “Pinha ma Kentei” no espaço da aldeia cultural, na cidade do Porto Novo, em Santo Antão.  

A produção “Pinha má Kantei”, exibida pela primeira vez no Porto Novo,  homenageia os trabalhadores de Santo Antão na construção das estradas e levadas, “obras emblemáticas” em Santo Antão, pelo seu impacto no processo de desenvolvimento desta ilha, explica o líder do grupo, Jorge Martins.

Esta “tragicomédia”, além da comicidade que é característica deste grupo, aborda ainda “a temática do amor entre duas personagens que sofreram uma forte traição, gerada por um amigo íntimo e de confiança de Kentei”, avançou a mesma fonte.

Na sexta-feira, 01, Juventude em Marcha exibiu, também na aldeia cultural, o filme Canjana, uma criação deste grupo, fundado a 25 de Março de 1984, que aborda a fome que assolou Cabo Verde em 1947 e o famoso naufrágio, em Novembro daquele ano, em Ponta de Canjana, no litoral do Porto Novo, do navio norte-americano John Schmeltzer, carregado de milho.

O programa comemorativo do trigésimo oitavo aniversário do grupo Juventude em Marcha decorria o dia 18 de Março, com teatro, música e dança em destaque, tendo sido ainda marcado com uma mostra de filmes e uma feira de artesanato.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest