Observatório Cidadania Activa em São Vicente reúne-se com primeira-dama para preparar petição sobre violência obstétrica

A organização não governamental (ONG) Observatório Cidadania Activa e dos Direitos Humanos reúne-se hoje, no Mindelo, com a primeira-dama para preparar a petição sobre violência obstétrica, que deverá ser entregue às autoridades em Junho.

O encontro, conforme informações da ONG, acontece na tarde desta quinta-feira, no Palácio, no Mindelo, e servirá para saber a posição da primeira-dama, Débora Carvalho, sobre a petição, que está a ser preparada para ser entregue às autoridades em Junho próximo.

O observatório vai ser representado na audiência pelo presidente Orlando Lima, as vice-presidentes Celeste Fortes e Lia Medina e o secretário nacional, Lucas Monteiro.

No quadro da preparação do documento, a direcção do observatório já teve audiências com a administração do Hospital Baptista de Sousa, em São Vicente, alguns profissionais de saúde e a Ordem dos Advogados.

Para os próximos dias estão ainda programados, segundo a mesma fonte, encontros com outras entidades de saúde do País, entre as quais, Ordem dos Médicos, enfermeiros e demais instituições que, directa ou indiretamente, lidam com o sector da saúde.

A ideia é, segundo os responsáveis do Observatório da Cidadania Activa e dos Direitos Humanos, inteirar-se do seu funcionamento, nomeadamente, da forma como é feito o atendimento das grávidas e parturientes nesses serviços.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest