Porto Novo: Delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente defende continuidade da campanha de prospeção de água para agricultura

O delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente no concelho do Porto Novo, Joel Barros, defendeu, sábado, a necessidade de o Governo prosseguir com a campanha de prospecção de água subterrânea neste município para agricultura.

Joel Barros, que falava durante uma visita dos parlamentares do MpD ao perímetro agrícola da Ribeira Corujinha, disse que Porto Novo tem uma grande extensão de terrenos que pode ser utilizada para a prática de agricultura e que o Governo deve continuar com a campanha de perfuração para aumentar a disponibilidade de água.

O município do Porto Novo dispõe de mais de duas dezenas de sistemas de produção de água para agricultura (furos e nascentes) que permitem mobilizar, diariamente, perto de dois mil e quinhentos metros cúbicos de água para a actividade agrícola.

No âmbito do programa de prospecção de água subterrânea anunciado pelo Governo, o município do Porto Novo deve ser contemplado com dez furos.

Alto Mira, Chã de Norte, Morro Cavalo são algumas das zonas agrícolas, cujas associações de agricultores têm estado a insistir na necessidade de execução de furos para aumentar a disponibilidade de água para a agricultura.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest