Porto Novo: Pescadores de Tarrafal de Monte Trigo preocupados com “abandono” da unidade de apoio à pesca artesanal

A Associação de Pescadores do Tarrafal de Monte Trigo, Porto Novo, em Santo Antão, manifestou ontem, dia 23, a sua preocupação face ao “abandono” da unidade de apoio à pesca artesanal instalada em 2015 nessa comunidade piscatória.

A unidade de apoio à pesca artesanal, que integrava uma máquina de gelo, deixou de funcionar há já alguns anos, segundo a associação local dos pescadores, que pediu ao Governo para investir na recuperação desta infra-estrutura, construída há quase uma década no âmbito da cooperação japonesa.

A Associação dos Pescadores do Tarrafal de Monte Trigo aponta a conservação do pescado como um dos maiores constrangimentos com que se debate o sector pesqueiro nessa localidade e diz estar à procura de parceiros para aquisição de uma máquina de gelo.

Carlos Pires, dirigente desta associação, explicou à Inforpress que a mesma já dispõe de uma parte da verba, estando à procura de parceiros para avançar para a compra do equipamento que deixa muita falta à actividade piscatória nessa comunidade.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, de visita, em Junho de 2022, a Tarrafal de Monte Trigo anunciou a instalação do complexo de pesca nesta localidade, cujos estudos técnicos já estavam, nessa altura, a ser realizados, conforme assegurou o chefe do Governo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest