PR promove colóquio para assinalar Dia Mundial da Língua Materna

A Presidência da República promove, esta segunda-feira, 21, um colóquio para assinalar o Dia Mundial da Língua Materna e promover a partilha de conhecimentos científicos e experiências diversas de ensino sobre a língua cabo-verdiana.

De acordo com o comunicado de imprensa, o evento decorrerá no Salão Beijing do Palácio da Presidência, contará com a participação de especialistas residentes no País e na diáspora que, durante a tarde desta segunda-feira, irão abordar experiências diversas de ensino sobre a língua cabo-verdiana.

A nota realça ainda que a promoção da língua materna é um dos grandes desígnios assumidos pelo Presidente da República, José Maria Neves, para a sua magistratura de influência.

O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente em 21 de Fevereiro em todo o planeta.

Criada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em 17 de Novembro de 1999, o Dia Internacional da Língua Materna tem o objectivo de promover a diversidade linguística e cultural entre as diferentes nações.

Além disso, esta data também convida a todos os países membros da UNESCO e suas matrizes a reflectirem sobre a preservação das particularidades linguísticas e culturais de cada sociedade.

A ideia para proclamar um dia dedicado à língua materna surgiu a partir do Dia do Movimento da Língua, criado em 1952 e celebrado desde então no Bangladesh.

Um grupo de estudantes organizou uma campanha para incluir o bengalês como uma das línguas oficiais do Paquistão, em 21 de Fevereiro de 1952. No entanto, acabaram sendo todos assassinados por forças policiais, que atearam fogo aos seus corpos.

Este movimento em prol da inclusão do bengalês começou quando Muhammad Ali Jinnah, general paquistanês, declarou que o idioma Urdu passaria a valer como língua oficial tanto no Paquistão do Oeste, como no Leste.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Agenda