Santo Antão: Fantcha homenageia “figuras lendárias” da música cabo-verdiana no espectáculo dos 40 anos de carreira

A artista Fantcha homenageou, sábado, em Santo Antão, algumas das “figuras lendárias” da música cabo-verdiana no espectáculo no âmbito das comemorações dos 40 anos de carreira desta cantora cabo-verdiana, radicada nos Estados Unidos da América (EUA).

O espectáculo, que levou uma multidão ao espaço cultural “Nós Raiz” na cidade do Porto Novo, assinalou também os 19 anos de criação da Sociedade Cabo-verdiana de Autores (SOCA).

Trinta anos depois, Fantcha voltou a actuar na cidade do Porto Novo, onde destacou, durante a sua actuação, figuras como o Ti Goy, que, segundo ela, foi o seu mentor, Cesária Évora e Paulino Vieira, rendendo uma homenagem à música tradicional cabo-verdiana com várias mornas e coladeiras.

Fantcha, nome artístico de Francelina Durão de Almeida, natural do Mindelo, concluiu o espectáculo com música “Mim é dod na bó Cabo Verde” e recebeu um brinde das mãos do presidente da SOCA, Daniel Spínola.

Na realização do espectáculo, a SOCA contou com a parceria da Câmara Municipal do Porto Novo, cujo presidente manifestou desejo de voltar a ver, em breve, esta cantora mindelense a actuar no seu município.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest