PCA da Lusa realça dinâmica “excelente” com Cabo Verde e manifesta interesse em reforçar presença

O presidente do conselho de administração da agência Lusa manifestou-se hoje aberto em continuar a dinâmica “excelente” existente com Cabo Verde e mostrou interesse em reforçar essa presença com acções de estreitamento de relação.

Joaquim Carreira fez esta afirmação em declarações à imprensa após ter sido recebido pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, com quem abordou questões sobre a importância da comunicação para o futuro e o estreitar de relações entre Cabo Verde e a Lusa.

“Falamos da formação, da importância da comunicação para o futuro e o estreitar da relação entre Cabo Verde e a Lusa. Nesse sentido, falamos em vários dominós, sendo a formação uma delas, no apoio às rádios comunitárias e no possibilitar estágios para estudantes do ensino universitário da comunicação”, disse.

Segundo o PCA da Lusa, o processo de estágio está ainda em análise, mas deverá realizar-se por um período de três meses, com integração nas áreas existentes a nível de várias editorias na agência.

Referiu-se ainda à realização de conferências, estando prevista uma conferência no próximo ano cujo tema está ainda a ser escolhido.

“Com o Governo vamos ter um protocolo com um acordo de cooperação a nível de formação e estágios, apoio de conteúdos às rádios comunitárias a ser financiado pelo executivo cabo-verdiano”, disse.

Antes de se reunir com o primeiro-ministro, Joaquim Carreira foi recebido pelo Presidente da República que, segundo afirmou, tem “grandes interesses” e sensibilidade em apoiar e incentivar a comunicação social pela sua importância para o país e para a diáspora.

O PCA da Lusa chefia uma delegação que se encontra no País, para participar na VI Acção de formação em jornalismo de agência, promovida pela Inforpress, em parceria com a agência Lusa, o Instituto Camões e o Governo de Cabo Verde.

Inforpress.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us