Polícia angolana investiga sequestro de humorista Gilmário Vemba

A polícia angolana está a investigar o sequestro do humorista Gilmário Vemba e suas filhas, na noite de quinta-feira, em Luanda, do qual escaparam ilesos, após lhes terem roubado três telemóveis e cartões bancários, foi hoje anunciado.

A informação foi avançada pelo porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, Nestor Goubel, afirmando que o sequestro e roubo de pertences do humorista angolano ocorreram na centralidade do Kilamba, município de Belas.

Segundo o oficial da polícia angolana, quatro homens que se faziam transportar numa viatura abordaram o humorista e as suas filhas por volta das 22:00 locais e sob ameaças de arma de fogo conduziram-nos até ao Golf 2, município do Kilamba Kiaxi.

Num local deserto, os suspeitos recolheram três telemóveis e dois cartões bancários e puseram-se em fuga, abandonando o humorista e as filhas no local.

“Nesta altura, os mesmos estão foragidos e as diligências continuam no sentido de procedermos à localização e à detenção destes presumíveis autores”, disse o porta-voz da polícia em Luanda.

O sequestro de Gilmário Vemba, também conhecido pelo público português, gerou uma onda de comoção e de solidariedade nas redes sociais.

Gilmário é ex-integrante do grupo de humor angolano “Tunezas” que, nas redes sociais, partilharam fotos em que o humorista e seus ex-companheiros expressam alegria por este ter escapado ileso do sequestro.

Lusa

Humorista angolano Gilmário Vemba encontrado após ter sido sequestrado em Luanda (Bantumen)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest