França vai à segunda volta de eleições cruciais que podem dar vitória histórica a extrema-direita

Os franceses vão às urnas hoje, para a segunda volta das eleições que podem dar uma vitória histórica ao National Rally de extrema-direita de Marine Le Pen e à sua visão anti-imigração – ou produzir um parlamento suspenso e um impasse político.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, fez uma grande aposta ao dissolver o parlamento e convocar as eleições depois de os seus centristas terem sido derrotados nas eleições europeias de 9 de junho.

As eleições antecipadas nesta nação irão influenciar a guerra na Ucrânia, a diplomacia global e a estabilidade económica da Europa, e é quase certo que irão prejudicar o Presidente Emmanuel Macron durante os três anos que restam da sua presidência.

A primeira volta, a 30 de junho, registou os maiores ganhos de sempre para o ‘National Rally’.

Pouco mais de 49 milhões de pessoas estão registadas para votar nas eleições, que determinarão qual o partido que controla a Assembleia Nacional de 577 membros, a influente câmara baixa do parlamento francês, e quem será o primeiro-ministro. Se o apoio à fraca maioria centrista de Macron continuar a diminuir, ele será forçado a partilhar o poder com partidos que se opõem à maioria das suas políticas pró-empresariais e pró-União Europeia.

Numa assembleia de voto em Paris, os eleitores estavam bem conscientes das consequências de longo alcance para a França e não só.

“As liberdades individuais, a tolerância e o respeito pelos outros é o que está em jogo hoje”, disse Thomas Bertrand, um eleitor de 45 anos que trabalha em publicidade.

O racismo e o antissemitismo marcaram a campanha eleitoral, juntamente com as cibercampanhas russas, e mais de 50 candidatos declararam ter sido atacados fisicamente – o que é muito invulgar em França. O governo está a enviar 30.000 polícias para o dia da votação.

O aumento das tensões ocorre numa altura em que a França está a celebrar um verão muito especial: Paris está prestes a acolher os Jogos Olímpicos a equipa nacional de futebol chegou à semifinal do campeonato Euro 2024.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us