Joe Biden e Xi Jinping comprometem-se a evitar conflitos

Os Presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da China, Xi Jinping, comprometeram-se nesta segunda-feira, 14, em Bali, na Indonésia, a encontrar caminhos para evitar conflitos e a trabalharem juntos em tempos de interesse comum e para o bem das nações.

O encontro, o primeiro desde a posse de Joe Biden e desde a reeleição de XI, acontece num momento de alta tensão a nível da política internacional, com a guerra na Ucrânia, e as posições divergentes entre Pequim e Washington quanto a Taiwan.

“Senhor Presidente, é bom vê-lo”, afirmou Xi Jinping, no início do encontro, acrescentando que ambos ganharam “experiência” e aprenderam “lições”.

Ele reconheceu que os dois países se encontram numa “situação”, com a qual se “preocupa”.

“Um estadista deve pensar e saber para onde liderar o seu país, ele também deve pensar e saber como se dar bem com outros países e com o mundo em geral”, sublinhou o Presidente chinês nas primeiras palavras durante a reunião.

Por sua vez, o Presidente norte-americano destacou a importância de se evitar um conflito entre os EUA e a China.

Joe Biden afirmou estar “empenhado em manter a linha de comunicação aberta”.

“Compartilhamos a responsabilidade de mostrar que a China e os Estados Unidos podem administrar nossas diferenças, impedir que a concorrência se transforme num conflito e encontrar formas de trabalhar juntos em questões globais urgentes que exigem nossa cooperação mútua”, Biden.

O encontro surge numa altura de tensões renovadas entre China e Estados Unidos, suscitadas pelas divergências em relação à guerra na Ucrânia, o tema de Taiwan e de várias restrições impostas por Washington à exportação de equipamento para produção de semicondutores para o país asiático.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest