Kamala Harris revela planos para Gaza

Aviões e artilharia israelitas bombardearam hoje (02/12) alvos no sul da Faixa de Gaza, atingindo mesquitas, casas e alvos perto de um hospital.

Isto ao mesmo tempo que a vice-presidente dos Estados Unidos Kamala Harris afirmava que a Faixa de Gaza deverá ser controlada pela Autoridade Palestiniana quando terminar o atual conflito, defendendo também o direito de Israel se defender e de ter garantias de segurança naquele território

Contudo o governo israelita deve fazer mais para proteger os civis palestinianos, disse Harris

O ministério da saúde palestiniano, liderado pelo Hamas, disse que 193 palestinianos foram mortos e 650 feridos desde que terminou o cessar fogo na sexta feira de manha.

As autoridades palestinianas disseram que entre os mortos conta-se o proeminente cientista palestiniano Sufyan Tayeh e sua família.

Tayeh que era o presidente da universidade islâmica de Gaza era um investigador de física e matemática aplicada

Um dirigente da Crus Vermelha Internacional disse que os combates são intensos.

O Hamas disse entretanto ter atacado um grupo de soldados israelitas estacionados a noroeste da cidade de Gaza provocando várias mortes e feridos.

Hoje camiões com ajuda humanitária entraram no sul da Faixa de Gaza vindos do Egipto .

O governo israelita disse que Israel iria facilitar a entrega de ajuda humanitária civis em Gaza.

Israel disse entretanto ter retirado do Qatar os dirigentes dos serviços secretos Mossad que estiveram envolvidos em negociações para os anteriores cessar fogo

Kamala Harris revela propostas para Gaza pós conflito

A vice presidente dos Estados Kamala Harris disse que terá que haver acordos de segurança que sejam aceitáveis para Israel e os seus parceiros regionais após terminar o conflito.

Harris disse que as forças de segurança da autoridade palestiniana terão que ser reforçadas para eventualmente assumirem a responsabilidade de segurança em Gaza que deverá estar unida à margem ocidental do Jordão sob governação da autoridade palestiniana.

Israel, disse Harris, tem objetivos legítimos contra o Hamas mas tem que fazer mais para proteger os civis

Ela acrescentou que tem que haver um consenso regional sobre o futuro pós conflicto em Gaza defendnedo uma solução de dois estados .

Entretanto Mark Regev conselheiro do primeiro ministro israelita Benjamin Netanyahu confirmou que Israel quer criar uma zona tampão dentro de Gaza afirmando que Israel não poderá permitir que terroristas estejam do outro lado da fronteira prontos para atacarem como aconteceu a 7 de Outubro

Regev disse que isso não implica que Israel tome controlo de território de Gaza.

A agencia Reuters disse que a Jordânia, Egipto, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita foram informados do planos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest