Putin avisa de possível catástrofe na central nuclear de Zaporizhzhia

Os presidentes da França Emmanuel Macron e da Rússia Vladimir Putin discutiram hoje por video conferência a guerra na Ucrânica com particular incidência para a situação na central nuclear de Zaporizhzhia.

Um comunicado do Kremlin disse que Putin tinha avisado de “consequências catastróficas” do que disse serem contínuos ataques ucranianos contra o local, incluindo bombardeamentos a um armazém de resíduos nucleares.

A presidência francesa disse que Macron tinha retorquido que a principal causa de risco à central nuclear é a presença de tropas russas no complexo, acrescentando que a Rússia deve retirar todas as armas pesadas e ligeiras da zona.

O presidente francês disse ainda que Moscovo deveria pôr termo a todas as operações militares na Ucrânia.

A Ucrânia disse que o sexto e último gerador da central nuclear tinha deixado de funcionar

Os dois presidentes discutiram também a exportação de cereais da Ucrânia.

As conversações decorreram quando tropas russas sofrem revezes numa contra ofensiva ucraniana na região de Kharkiv.

O ministério da defesa russo confirmou que as suas forças se tinham retirado da cidade de Izyum mas disse que estava planeado..

Registam-se ainda combates nos arredores da cidade que é um centro ferroviario importante.

Um lider pró-russo na região separatista de Donetsk disse que se estão também a registar violentos combates nessa zona onde, segundo disse, a stiuação “é muito difícil”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us