Quénia: Protestos e confrontos com a polícia continuam em Nairobi

De acordo com a AFP, polícia queniana disparou balas de borracha e gás lacrimogéneo contra manifestantes na capital, Nairobi, esta quinta-feira, um dia depois de o governo ter concordado em eliminar os contenciosos aumentos de protestos.

Dezenas de manifestantes dirigiram-se para a zona central de negócios de Nairobi, com soldados destacados e a polícia em equipamento anti-motim a bloquear o acesso às estradas que levam à Casa do Estado – o gabinete do Presidente William Ruto – e ao parlamento.

Falando à nação na quarta-feira, o Presidente Ruto, defendeu a decisão de aumentar os impostos sobre os produtos básicos, como o pão e o óleo alimentar, afirmando que era necessário reduzir a enorme dívida do país, de quase 80 mil milhões de dólares. Mas admitiu que o público não apoiou o projeto de lei das finanças e decidiu não o assinar.

O Presidente falava um dia depois de mais de 20 pessoas terem sido mortas durante os protestos contra a proposta de lei, que levaram a confrontos com a polícia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest