Paris 2024: Cabo Verde tem hipótese de qualificar mais atletas e participar com maior comitiva de sempre

Até agora são quatro os atletas que já estão oficialmente qualificados: dois pugilistas, David Pina e Nancy Moreira, Samuel Freire, no atletismo, e o esgrimista, Victor Alvares. As irmãs Varela, no vólei de praia, Djamila Silva, no judo, Jayla Pina e Troy Pina, na natação, ainda aguardam pela oficialização dos calendários por parte das respetivas federações internacionais e do Comité Olímpico Internacional (COI).

Num encontro com os jornalistas organizado pelo Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) , que aconteceu na tarde desta terça-feira, 18 de junho, na cidade da Praia, a organização esmiuçou os detalhes sobre a fase de finalização dos preparativos para os Jogos Olímpicos deste ano que acontecem em 24 de julho na cidade de Paris, França.

Com objetivo de mostrar os preparativos para Paris 2024 e partilhar as informações sobre a cobertura do evento com os jornalistas, o chefe de missão Paris 2024 do Team Cabo Verde, Léo Moreau, afirmou que “até à data das competições a meta é levar sete atletas cabo-verdianos”.

Quatro atletas já estão oficialmente qualificados: Samuel Freire, o primeiro atleta cabo-verdiano qualificado, que vai competir na prova de maratona no dia 10 de agosto, véspera do encerramento dos jogos, o esgrimista Victor Alvares que vai competir no dia 29 de julho, os pugilistas David Pina, na categoria dos 51 kg, e Ivanusa Moreira (Nancy Moreira), nos 66 kg, vão competir as primeiras batalhas, provavelmente, a partir de 30 de julho.

No que diz respeito aos três atletas com qualificações pendentes, Moreau explicou que, no caso da judoca Djamila Silva, por conta das pontuações atuais da atleta, aguardam-se apenas a qualificação no ranking olímpico continental da Federação Internacional de Judo, tendo em conta o não encerramento do calendário oficial, só assim pode competir em Paris no dia 28 de julho.

Os irmãos em natação, Jayla Pina, na prova dos 100 metros bruços, e Troy Pina, 50 metros livres, aguardam a resposta das qualificações através de um lugar de universalidade da Federação Internacional de Natação até finais de junho e início de julho.

Já as irmãs Ludmila e Janice Varela, que se encontram em Marrocos no último torneio de qualificação continental em voleibol de praia, vão jogar nesta quinta-feira, 20 de junho, na esperança de vencerem o torneio e conquistarem a qualificação para Paris.

Por outro lado, também mencionou a atleta de lançamento de dardo, Ariane Morais, de ascendência cabo-verdiana, que irá tentar a qualificação olímpica através do campeonato africano.

“Em termos de igualdade do género vamos ter quatro atletas masculinos e três femininas, com a probabilidade de aumentar para cinco ou seis, caso as restantes atletas mencionadas se qualifiquem”, sublinhou o chefe da missão.
A nível do calendário, o mesmo explicou que se divide em três fases, sendo a primeira com início na cidade da Praia, entre os dias 5 e 10 de julho para reunir os atletas e os técnicos no sentido de acelerar os treinos.

Já na madrugada do dia 10 para 11 de julho, a segunda fase, o Team se dirige para a França, na localidade de Parthenay-Gâtine, duas horas e meia de Paris, para organizar o estágio de preparação, sendo que lá podem contar com infraestruturas desportivas favoráveis para todas as modalidades onde Cabo Verde irá competir. A entrada dos atletas cabo-verdianos na vila olímpica dá-se a 23 de julho.

Os Jogos Olímpicos Paris 2024 iniciam no dia 24 de julho, mas a cerimónia de abertura acontece no dia 26 de julho. Esta é a terceira vez que a capital francesa é a anfitriã das competições olímpicas, sendo que as ocasiões anteriores foram em 1900 e 1941.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest