Patrocínio judiciário do Estado para advogados no país sobe e pode chegar aos 32 mil escudos por processo

Patrocínio judiciário do Estado para advogados no país sobe e pode chegar aos 32 mil escudos por processo

Os advogados em Cabo Verde vão passar a receber do Estado até 32.000 escudos (290 euros) por cada processo de patrocínio judiciário, um aumento de quase 7%, segundo a nova tabela que entrou hoje em vigor.

A tabela consta da portaria 4/2022, de 17 de fevereiro, assinada pela ministra da Justiça, Joana Rosa, e que produz efeitos a 01 de janeiro deste ano, a qual refere que se mostra “necessário ajustar os valores que foram fixados em 2019”.

Em setembro de 2019, o Ministério da Justiça aumentou em 50% essa remuneração, que subiu então para 30.000 escudos (270 euros), a primeira alteração desde 2005.

A nova tabela de honorários mantém “os princípios de pagamento em função das fases” dos processos, e a Ordem dos Advogados de Cabo Verde, conforme legalmente previsto, com a “competência para a organização do patrocínio judiciário, com financiamento do Estado”.

O pagamento dos honorários aos advogados, advogados estagiários e solicitadores continua a ser feito em prestações, de acordo com as diferentes fases por exemplo de um processo-crime – primeiro interrogatório (10%), contestação (30%), julgamento, leitura de sentença (30%) ou interposição de recurso (30%), entre outros – assumido pelos profissionais oficiosos, segundo a mesma portaria.

É também definido que o processo de pagamento de honorários da assistência judiciária passa a ser apenas organizado e processado através da plataforma informática eSAJ.

Genericamente, a nova tabela de honorários dos patrocínios judiciários em Cabo Verde prevê o pagamento de até 32.000 escudos para processos-crime, cível, de Família e laborais. A defesa oficiosa em processos disciplinares passa a ser comparticipada em 12.000 escudos (108 euros).

A nova tabela de honorários mantém a comparticipação das deslocações dos profissionais oficiosos, incluindo a aquisição de passagem aérea ou de barco para as ilhas de Cabo Verde sem aeroporto.

 

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest