PM assina livro de condolências em memória de José Eduardo dos Santos

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, procedeu hoje à assinatura do livro de condolências na Embaixada de Angola em memoria do antigo Presidente da Republica de Angola, José Eduardo dos Santos.

“Quisemos, em primeiro lugar, expressar condolências à família e ao povo angolano pela perda de uma referencia de Angola, um homem promotor da paz, o valor mais nobre que qualquer nação almeja e dizer que também foi um grande amigo de Cabo Verde”, declarou Ulisses Correia e Silva à imprensa, à margem do ato de assinatura.

Questionado se Cabo Verde, à semelhança de alguns países africanos, irá decretar luto nacional no dia das exéquias de José Eduardo dos Santos, Ulisses Correia e Silva afirmou que provavelmente não será decretado e que “o importante é manifestar essa solidariedade e expressar o reconhecimento de Cabo Verde pela perda do ex-presidente de Angola”.

O ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos faleceu, na passada sexta-feira, 08, aos 79 anos, num hospital de Barcelona (Espanha), onde estava internado desde 23 de Junho após uma parada cardíaca.

José Eduardo dos Santos, que governou o segundo maior produtor de petróleo da África por quase quatro décadas, morreu aos 79 anos.

Um dos líderes mais longevos da África, Dos Santos renunciou cinco anos atrás.
Seu governo foi marcado por uma guerra civil de quase três décadas contra os rebeldes da Unita, apoiados pelos Estados Unidos, que ele acabou vencer em 2002.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest