População de Lajedos no Porto Novo diz estar a consumir água imprópria para beber há dois anos

A população de Lajedos, no interior do município do Porto Novo, em Santo Antão, voltou hoje a alertar para o facto de estar a consumir, há dois anos, “uma água sem qualidade”.

Domingos Rodrigues, porta-voz da comunidade, contactou a Inforpress para lembrar que, desde 2020, a população de Lajedos está a consumir “uma água sem qualidade” mesmo tendo feito “inúmeras reclamações” junto à edilidade porto-novense.

“Fizemos, nestes dois anos, muitas reclamações à câmara municipal e à assembleia municipal, mas o facto é que a comunidade de Lajedos continua a utilizar uma água imprópria para consumo”, declarou Domingos Rodrigues.

A falta de qualidade da água para consumo em Lajedos tem sido, também, denunciada pela associação de desenvolvimento desta localidade.

O líder associativo Manuel Reis explicou que, além de não ter qualidade para ser consumida, a água chega às pessoas através de levadas, transportando “toda a sujidade”.

Este responsável tem estado a pedir a reparação do sistema de bombagem de água nas proximidades de Cabouco Silva, que vinha abastecendo a zona de Lajedos.

Entretanto, a autarquia esclareceu que a água para as pessoas beberem em Lajedos é transportada, através de autotanques, a partir da cidade do Porto Novo, reconhecendo, porém, a falta de qualidade de água produzida nesta zona.

A edilidade garante estar a envidar esforços para resolver o problema de qualidade da água em Lajedos, que passará pela reparação do sistema de bombagem, que se encontra avariado.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest