Porto Novo: Trabalhadores do saneamento da autarquia estão a usufruir salários “precários” – sindicato

O Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão (SLTSA) denunciou hoje o facto de os trabalhadores do saneamento da câmara do Porto Novo estarem a usufruir salários precários abaixo dos 15 mil escudos mensais.

O secretário permanente do SLTSA, Carlos Bartolomeu, que falava, no Porto Novo, no final de um encontro com o pessoal do saneamento da edilidade porto-novense, considerou “inconcebível” a situação por que passam esses operários que, além de salários precários, ainda laborarem “horas a mais” sem que sejam remunerados para tal.

“Estamos a falar de trabalhadores que ganham menos de 15 mil escudos. Isto é inconcebível”, notou este sindicalista, denunciando ainda aspectos que têm a ver com o “reenquadramento dos trabalhadores” e com a falta de segurança para as varredeiras, obrigadas a iniciar a limpeza das ruas ainda de madrugada.

O representante do SLTSA disse que vai solicitar um encontro com o presidente da câmara do Porto Novo e com a vereadora responsável pelos Recursos Humanos para discutir as situações que preocupam, nesta altura, os trabalhadores e o próprio sindicato.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest