Portugal: Cabo Verde, Maldivas, Seychelles e Singapura partilham melhores ações para gerir de forma sustentável os ativos oceânicos

Cabo Verde, Maldivas, Seychelles e Singapura, denominados Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (SIDS), vão juntar-se em Lisboa no dia 28 de Junho para partilharem as melhores práticas para gerir de forma sustentável os ativos oceânicos.

O evento denominado “Ocean Action in Support of SDG 14 – The AIS SIDS Perspective” e organizado pelos quatro países, à margem da II Conferência dos Oceanos das Nações Unidas que acontece na capital portuguesa de 27 de Junho a 01 de Julho, vai reunir os ministros desses governos.

A embaixada de Cabo Verde em Portugal justificou o evento ministerial com o facto de, “apesar das vulnerabilidades desproporcionais que os SIDS enfrentam, também eles terem liderado pelo exemplo e se tornaram pioneiros em soluções inovadoras, principalmente para proteger e gerir de forma sustentável os activos oceânicos”.

Segundo a mesma fonte, é sob essas perspetivas da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas (UNOC), que este grupo de países pretende “compartilhar as experiências baseadas em ações e melhores práticas”, pois visam “construir sociedades mais resilientes por meio da ciência, inovação, parceria e colaboração regional SIDS”.

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, coorganizada pelos governos de Portugal e do Quénia, acontece num momento em que o mundo enceta esforços para mobilizar, criar e promover soluções que permitam alcançar os 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) antes de 2030.

Como parte das primeiras fases da Década de Acção para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, recentemente lançada pelo secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, a conferência vai promover uma série de soluções inovadoras de base científica, destinadas a lançar um novo capítulo na ação global para os oceanos.

O evento ministerial entre Cabo Verde, Maldivas, Seychelles e Singapura acontece na sala das comissões do Altice Arena, em Lisboa, das 16:00 às 17:15.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us