PR :“Questão do uso do álcool entrou em definitivo para agenda política e social do País”

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje, na Cidade da Praia, que a questão do uso do álcool entrou “em definitivo” para a agenda política e social do País.

A afirmação foi feita em declarações aos jornalistas, depois de inaugurar o mural da campanha “Menos álcool mais vida”, na Rua de d´Arte, no bairro de Terra Branca, na Cidade da Praia, no âmbito da comemoração do quinto aniversário da campanha.


“Estudos de opinião feitos recentemente mostram que mais 98 por cento (%) já ouviram falar da campanha e outros tantos entendem que ela é bem-vinda, portanto, acho que ela deverá prosseguir, mesmo que de outras formas, depois do meu mandato”, indicou.


O mais alto magistrado da Nação defendeu que é preciso continuar a apoiar esta campanha de modo a que sejam debelados os efeitos nefastos que o alcoolismo causa no tecido social e económico de Cabo Verde.


Em relação ao mural, pintado pelo artista Tutu Sousa, o Chefe de Estado considerou que simboliza, através da arte, a luta e o combate ao alcoolismo, “através de acto de produção estética, com a ideia da autonomia e da liberdade”.


Por sua vez, o artista Tutu Sousa explicou que o mural tem como objectivo chamar a atenção dos jovens sobre os males do álcool, acreditando que as mensagens através da arte sempre chegam de forma mais rápida.


“Através do nosso lado social e pedagógico procuramos passar uma mensagem educativa para combater alguns males que temos na nossa sociedade”, explicou.


Lançado em Junho de 2016 pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, a campanha “Menos Álcool, Mais Vida”, segundo Manuel Faustino, carece da necessidade de descentralização das actividades e a solidificação da rede para a existência de programas de intervenção sistemática fora da Cidade da Praia.


Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest