Praia: Partidos políticos cumpriram a promessa de não fazer campanha eleitoral na Sexta-Feira Santa

Praia: Partidos políticos cumpriram a promessa de não fazer campanha eleitoral na Sexta-Feira Santa

Os partidos políticos estão cumprir, pelo menos, na Cidade da Praia, a promessa de não fazer campanha eleitoral nesta Sexta-Feira Santa, um dia “muito importante” para os cristãos, porque assinala a morte de Jesus Cristo na Cruz.

A Inforpress realizou uma ronda pelos bairros da capital e pôde verificar que hoje os partidos políticos fizeram uma pausa às campanhas, a fim de permitir que os cidadãos, sobretudo os cristãos, reflictam sobre o dia, em que Jesus morreu crucificado.

Em entrevista à Inforpress, o cardeal Dom Arlindo Furtado disse que seria conveniente que as campanhas para as eleições legislativas de 18 de Abril próximo “não coincidissem” com a Semana Santa.


“…Seria bom que os cristãos ficassem completamente livres e não perturbados nos momentos essenciais da vivência da sua fé cristã”, afirmou o bispo de Santiago”.


Por seu lado, o superintendente da Igreja do Nazareno, David Araújo, é de opinião que a Páscoa é um tempo “muito especial”, pelo que o início da campanha eleitoral não deveria ocorrer pós este período.


“Nesta altura, toda a nossa concentração devia estar em Cristo e na Cruz de Cristo e não em outras actividades que pudessem absorver a atenção das pessoas”, apontou o reverendo David Araújo.


O responsável da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Natalino Martins, também defendeu que a campanha eleitoral para as eleições legislativas “não devia coincidir com a Semana Santa”.


“Durante esta Semana Santa deveríamos estar mais focalizados, pensando naquilo que Cristo fez por nós”, exortou o reverendo.


Às legislativas do dia 18 de Abril para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.


PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).


As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest