Preços dos produtos alimentares com tendência de baixa no trigo e arroz e alta no óleo e milho

Os preços dos produtos alimentares de primeira necessidade a nível mundial apresentaram, na semana de 11 de Junho, uma tendência de baixa na produção de trigo e arroz, e de alta na produção de óleo de soja e milho.

A informação consta do INFOSemanal nº 24/2024, divulgado hoje pelo Secretariado Nacional para a Segurança Alimentar e Nutricional (SNSAN) face ao comportamento dos preços dos produtos alimentares de base no mercado internacional.

De acordo com a INFOSemanal nº 24/2024 os preços mundiais de trigo apresentaram uma tendência de baixa face à semana passada, sendo que na Rússia, as cotações de exportação registaram uma baixa na ordem de 2,4% comparativamente à semana passada e na União Europeia (UE), a queda nos preços de exportação de trigo da França foi expressiva em relação à semana anterior, cerca de 6,3%.

Na Argentina, revela a mesma fonte, as cotações de exportação de trigo assinalaram igualmente uma baixa face à semana passada, à volta de 2,3%.

Ainda a mesma fonte, a exportação de arroz apresentou uma tendência de alta face à semana passada, tendo a Tailândia registado uma ligeira baixa em comparação com a semana passada, cerca de 0,2%, enquanto no Vietname os preços apresentaram uma tendência de estabilidade em relação à mesma semana.

Conforme o boletim de informações, os preços mundiais de exportação de açúcar registaram uma tendência de baixa, face à semana anterior, sendo que no Brasil, os preços do açúcar caíram na primeira semana de Junho, devido ao aumento da produção, à medida que avança a temporada de moagem de cana no centro-sul, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA).

Na Índia, os dados da National Federation of Cooperative Sugar Factories (NFCSF) mostram que a produção de açúcar na temporada 2023/24 no país atingiu 31,67 MT (Milhões de Toneladas), em 31 de Maio.

No que respeita aos preços mundiais de exportação do óleo de soja, o boletim realça a tendência de alta da semana passada, sendo que na Argentina, as cotações de óleo de soja aumentaram cerca de 0,3% face à semana anterior e no Brasil a alta nos preços do óleo foi na ordem de 3,3%.

Referente aos preços mundiais de exportação de milho, a mesma fonte indica a tendência de alta em relação à semana anterior, com as cotações de exportação de milho, nos Estados Unidos, assinalaram uma alta comparativamente à semana passada, na ordem de 2,6%.

Na Argentina, os preços de exportação do milho também aumentaram face à semana anterior, cerca de 2,6%, sendo que no Brasil, o mercado do milho seguiu a mesma tendência dos mercados externos, tendo subido cerca de 2,5%.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us