Presidente cabo-verdiano realiza primeira “Presidência na Diáspora em África”

O Presidente cabo-verdiano, José Maria Neves, inicia hoje uma visita de uma semana a São Tomé e Príncipe, para participar no 49.º aniversário da independência. Será também a primeira “Presidência na Diáspora em África”.

O programa tem como lema “Juntos com os nossos irmãos de São Tomé e Príncipe” e intercala momentos da visita de Estado com outros da “Presidência na Diáspora”, que incluem encontros com a comunidade cabo-verdiana, estimada em mais de 70 mil pessoas.

Acompanham José Maria Neves nesta deslocação o ministro das Comunidades, Jorge Santos, e os deputados pelo Círculo Eleitoral de África, Orlando Dias e Mário Teixeira.

Hoje, o chefe de Estado de Cabo Verde será recebido no Palácio do Povo pelo homólogo Carlos Vila Nova, com qual vai manter um encontro restrito, seguido de uma conferência de imprensa, de acordo com o programa divulgado pelo gabinete de José Maria Neves.

Na quarta-feira (10.07), o programa de José Maria Neves inclui um encontro com o primeiro-ministro, Patrice Trovada, além de visitas à Assembleia Nacional e a uma fábrica de chocolates e uma passagem pela bienal de artes e cultura.

Celebrações da independência

Na sexta-feira (12.07), o chefe de Estado cabo-verdiano junta-se às celebrações dos 49 anos de independência de São Tomé e Príncipe, na ilha do Príncipe.

Os dois presidentes voltam a ter uma reunião restrita, no sábado (13.07), ainda na ilha do Príncipe, seguida de um encontro com a imprensa.

José Maria Neves regressa à capital, São Tomé, no domingo (14.07), para realizar depois um programa junto das comunidades cabo-verdianas no arquipélago até à terça-feira seguinte.

A Presidência cabo-verdiana recorda que a cooperação entre Cabo Verde e São Tomé e Príncipe foi reforçada com o Acordo Geral de Cooperação, no quadro da 1.ª Comissão Mista entre os dois países, em agosto de 2007.

Entre os setores prioritários de cooperação destacam-se a educação, saúde, pescas, agricultura e administração pública, além de intervenções que beneficiem a comunidade cabo-verdiana residente em São Tomé e Príncipe.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest