Presidente da República diz ter gostado de estar no Maio e promete voltar mais vezes

O Presidente da República, José Maria Neves, disse este sábado, 09, ter gostado de estar na ilha do Maio e prometeu voltar mais vezes, justificando que Maio faz parte das ilhas que ainda se encontram “um pouco mais afastadas do centro”.

O chefe de Estado fez estas declarações no final da visita de três dias que vinha efetuando a ilha, salientando que ilhas como Brava, São Nicolau e Maio precisam de uma presença e de um apoio mais forte do Estado no sentido de poderem redinamizar a economia e acelerar o passo no processo de modernização do país.

Conforme salientou o Presidente da República, a ilha do Maio tem todas as condições para ter um desenvolvimento turístico sustentável e de alto valor acrescentado, destacando que estão sendo lançadas as bases para o seu desenvolvimento, desde modernização das infraestruturas a proteção ambiental.

José Maria Neves reconheceu, por outro lado, que tem havido um “esforço grande” por parte das autoridades locais e nacionais, no sentido de atrair investimentos privados com vista a acelerar o ritmo de desenvolvimento e transformação da ilha do Maio.

O mais alto magistrado da Nação disse também que existem constrangimentos que devem ser ultrapassados para que a ilha possa dar passos seguros ao seu desenvolvimento, destacando, por exemplo, a questão da gestão e mobilização da água como apoio ao desenvolvimento.

“Ainda temos constrangimentos que têm a ver com o sector dos transportes, espero que o porto venha a minorar o problema, mas a questão dos transportes não tem a ver só com a regularidade mas com o preço das tarifas, muito elevadas, os custos de deslocação entre as diferentes ilhas”, salientou.

“Teremos de encontrar formas de reduzir, pela via do apoio do Estado, os custos das deslocações entre as diferentes ilhas do país, são questões que nós vamos discutir com as autoridades nacionais e com certeza que podemos encontrar resposta para que haja maior mobilidade de pessoas e bens entre as ilhas”, acrescentou.

O chefe de Estado realizou na manhã de hoje uma visita à sede do clube Barreirense, onde foi informado sobre os projetos da agremiação desportiva e os constrangimentos que vem enfrentando.

A agenda dos trabalhos de José Maria Neves terminou com uma visita à Fundação Maio Biodiversidade, tendo os responsáveis desta ONG aproveitado a ocasião para explanar as suas ações nestes quase dez anos de existência em prol da proteção e conservação do ambiente.

Após ter escutado todo o trabalho que aquela ONG tem vindo a realizar na ilha, José Maria Neves defendeu que se deve valorizar o trabalho que as organizações do tipo vêm desenvolvendo, realçando que se deve criar todas as condições para que possam ter mais apoio.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest