Primeira vacina contra a malária do mundo vai beneficiar milhões de crianças, diz Unicef

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) anunciou na terça-feira que a empresa farmacêutica britânica GSK ganhou um contrato para produzir a primeira vacina contra a malária do mundo para proteger milhões de crianças.

Segundo a Xinhua, este contrato histórico, no valor de US$ 170 milhões, vai disponibilizar 18 milhões de doses da vacina RTS,S nos próximos três anos, potencialmente salvando milhares de vidas jovens a cada ano.

As crianças com menos de cinco anos ainda estão entre as mais vulneráveis ​​à malária. Em 2020, quase meio milhão de meninos e meninas morreram da doença apenas na África – isso é uma morte a cada minuto.

Etleva Kadilli, directora da divisão de suprimentos do Unicef, disse que este facto envia uma mensagem clara aos desenvolvedores de vacinas contra a malária para que continuem seu trabalho.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 30 países têm áreas com transmissão moderada ou alta de malária e a vacina pode oferecer protecção adicional a mais de 25 milhões de crianças a cada ano, caso a oferta aumente.

A vacina contra a malária RTS,S, resultado de 35 anos de pesquisa e desenvolvimento, é a primeira vacina contra uma doença parasitária.

Inforpress/Xinhua

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us