Rússia: “Envio de tanques vai afetar relações com Alemanha”

Envio dos carros de combate “Leopard” a Kiev vai afetar as relações russo-alemãs, disse hoje o Kremlin depois de a Polónia ter formalizado um pedido à Alemanha para enviar os veículos.

Não augura “nada de bom” para a relação entre Alemanha e Rússia – foi assim que o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, definiu o envio dos carros de combate de fabrico alemão “Leopard” para a Ucránia, que desde a semana passada está envolto a polémica.

Segundo o porta-voz da presidência russa, o ato deixará “uma marca indelével”.

“As relações entre a Rússia e a Alemanha estão num ponto muito baixo e não há diálogo substantivo com a Alemanha ou com outros países da NATO [Organização do Tratado do Atlântico Norte]”, referiu Peskov.

Polónia

O ministro da Defesa da Polónia anunciou hoje (24.01) que o Governo pediu formalmente autorização à Alemanha para enviar os tanques “Leopard” para a Ucrânia, confirmando a intenção avançada na segunda-feira.

“A Alemanha já recebeu o pedido para autorizar a transferência dos tanques ‘Leopard 2’ para a Ucrânia”, disse o ministro polaco, Mariusz Blaszczak, numa mensagem hoje publicada na rede social Twitter.

Na mensagem, o ministro apela a Berlim para se juntar à “coligação de países que apoiam a Ucrânia com os ‘Leopard 2′”.

Já o ministro alemão da Defesa, Boris Pistorius, disse que o Governo de Berlim espera resolver “nos próximos dias” as suas dúvidas sobre o envio dos tanques para a Ucrânia.

Mas Pistorius referiu que o primeiro passo é preparar um inventário dos carros de combate atualmente disponíveis.

A Alemanha tem estado sob crescente pressão para ceder os seus ‘Leopard’ à Ucrânia. A ministra dos Negócios Estrangeiros, Annalena Baerbock, disse no último domingo (22.01) que o país estava pronto para entregar os carros de combate.

Entretanto, o chanceler Olaf Scholz tem mostrado relutância em comentar o assunto.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest