Santo Antão: Deputados do PAICV queixam-se da “falta de dinâmica” de investimentos públicos na ilha

Santo Antão aguarda ainda por “várias estradas” de desencravamento das localidades, investimentos que podem contribuir para reter a população nesta ilha, defenderam hoje os deputados do PAICV (oposição), eleitos por este círculo eleitoral.

Rosa Rocha e Albertino Mota, que terminaram, domingo, uma visita a Santo Antão, dizem ter constatado “a falta de dinâmica de investimentos públicos” nesta ilha, que desde 2016 apenas recebeu “quatro pequenas estradas”, cuja construção “arrasta-se há mais de três anos”.

“Santo Antão aguarda por várias estradas de desencravamento das localidades. Esta ilha tem vindo a perder a sua população, e um dos factores para isso tem a ver com o desencravamento das localidades”, avançou Rosa Rocha, defendendo a necessidade de “o Governo concluir as pequenas vias em construção desde 2019” e assumir “o compromisso” de desencravar as localidades.

Dominguinhas, Chã de Norte, Fontainhas, Caibros, Ribeira Fria, Ribeira dos Bodes são algumas das zonas que esperam pelas estradas de desencravamento.

Os parlamentares do PAICV alertaram ainda para o “desemprego generalizado” no seio dos jovens que estão a deixar Santo Antão à procura de oportunidades em outras ilhas ou na emigração.

“É uma tristeza ver Santo Antão a perder a sua população. O Governo deve mudar de paradigma e começar a pensar nesta ilha, que precisa parar de sofrer a erosão”, conclui a parlamentar.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest