Santo Antão: Habitantes de Espadaná, Moroços e Matinho pedem passagem hidráulica para impedir isolamento dessas comunidades

Os habitantes de Espadaná, Moroços e Matinho, no Planalto Leste, na ilha de Santo Antão, pediram hoje ao Governo a construção de uma passagem hidráulica na Boca de Ribeira para resolver o problema do isolamento dessas localidades.

Domingos Gaudêncio, porta-voz da população, disse à Inforpress que sempre que chove os três povoados ficam isolados, porque a estrada na Boca de Ribeira fica cortada, razão pela qual a população local tem vindo a reclamar a construção da passagem hidráulica.


Os moradores desses povoados tinham, semana passada, pedido intervenções na via que dá acesso à Espadaná, Matinho e Moroços.


Trata-se de um troço de quatro quilómetros de extensão que precisa ser requalificado com vista à melhoria das condições de acesso a essas comunidades e, também, à zona de Figueiras, explicou Domingos Gaudêncio.


Saliente-se que, além da estrada, os habitantes têm estado ainda a pedir a electrificação das três zonas, recordando que, há quatro anos, esperam pela prometida energia eléctrica.


A Empresa de Electricidade e Água (Electra) garante estar para “breve” um investimento de cinco mil contos na electrificação de Espadaná, Moroços e Matinho, com a instalação de quatro quilómetros de rede de baixa tensão e a sua interligação com a rede pública.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us