Santo Antão: OMT promete continuar a trabalhar para que aldeia de Fontaínhas seja destaque no turismo mundial

A consultora da Organização Mundial do Turismo (OMT) Maria Tavares garantiu esta quinta-feira, 22, na Ribeira Grande, Santo Antão, que esta agência especializada das Nações Unidas vai continuar a trabalhar para que a aldeia de Fontaínhas seja destaque no turismo mundial.

Maria Tavares, que falava à imprensa após a sua visita à ilha de Santo Antão, no âmbito da candidatura de Fontaínhas à Rede de Melhores Aldeias Turísticas Mundiais no ano de 2022, defendeu que Ribeira Grande reúne potencialidades para um turismo sustentável.

“Tenho que destacar que é uma ilha maravilhosa, as suas paisagem e toda a sua identidade, mas, sobretudo, tenho que referir que as gentes de Santo Antão são amáveis e têm orgulho da sua cultura e tradição e isto pode originar um turismo sustentável para o futuro”, salientou.

A consultora foi enviada pela OMT para ver no terreno de que forma a aldeia de Fontainhas seja incluída na rede das melhores vilas turistas.

Maria Tavares explicou que a rede destaca as melhores aldeias ou povos que cuidam das suas tradições, cultura, património ou história para se destacar nesta rede e fazer parte de uma cooperação a nível mundial.

Em Dezembro de 2022 a aldeia turística de Fontaínhas foi seleccionada pela OMT para participar do Programa Upgrade das Melhores Aldeias Turísticas do Mundo.

A escolha foi feita dentre 136 candidaturas de 57 Estados-membros da organização, tendo sido 32 escolhidas como as melhores aldeias rurais e 20 para um Programa de Upgrade.

Fontainhas faz parte da lista de outros 20 países como Argentina, Etiópia, Maurícia, Quénia, Itália, Portugal e Japão, como resultado do concurso mundial para “As Melhores Aldeias Turísticas 2002”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest