Santo Antão pode receber programa de recuperação e construção de caminhos vicinais à volta de 550 mil contos

Santo Antão pode ser alvo, ainda este ano, de um programa de recuperação e construção de caminhos vicinais nos três concelhos da ilha, num investimento a cargo do Governo, na ordem dos 550 mil contos.

Uma fonte ligada ao programa afiançou à Inforpress que vai ser “um investimento muito forte” do Governo na recuperação da extensão da rede de caminhos vicinais em toda a ilha Santo Antão, que se encontra “bastante deteriorada” na sequência das chuvas de Setembro de 2020.

 

Segundo a mesma fonte, o programa, que abarcará ainda a construção de novos caminhos, designadamente para Tope de Coroa, no Planalto Norte, visa preparar Santo Antão para a retoma do turismo.

 

Os caminhos vicinais são considerados “um activo importante” para a economia de Santo Antão, já que são esses trilhos, construídos ainda na área colonial, que dão suporte ao turismo rural e natureza que esta ilha oferece.

 

“Vai ser um investimento muito forte na recuperação dos caminhos vicinais em Santo Antão, que dará uma outra dinâmica ao turismo rural e de natureza”, avançou.

 

Os municípios de Santo Antão reconhecem que a recuperação e manutenção da “extensa e bastante degradada rede de caminhos vicinais (trilhos)”, existente nos três concelhos, constitui, nesta altura, “um dos grandes desafios”, que se coloca a esta ilha.

 

A rede de caminhos vicinais, que compõe o itinerário turístico em Santo Antão, ficou bastante degradada depois das chuvas do ano transacto, sendo, nesta altura, “um dos grandes desafios” recuperar esses percursos.

 

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest