Santo Antão: Proteção Civil faz levantamento sobre incêndio florestal que consumiu mais de dez hectares

Uma missão do Serviço de Proteção Civil, chefiada pela comandante Regional Norte, Maria Victoria Morais Veríssimo, está de visita ao perímetro florestal do Planalto Leste, Santo Antão, para avaliar os danos causados pelo incêndio em Ribeirão Fundo.

Conforme apurou a Inforpress no local, com esta missão do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros pretende-se inteirar da situação da floresta do Planalto Leste que foi alvo, esta segunda-feira, de um incêndio de grandes proporções, que destruiu mais de dez hectares da reserva, além de terrenos agrícolas.

O comandante do Corpo dos Bombeiros do Porto Novo, Balbino Gomes, que coordenou a operação de combate às chamas, confirmou à Inforpress a extinção do incêndio por volta dos 22:00 desta segunda-feira, depois de cerca de 22 horas a lavrar.

Balbino Gomes disse que as causas do fogo são ainda desconhecidas e garantiu que os bombeiros permanecem no local para prevenir o surgimento nos fogos.

Estiveram envolvidos no combate às chamas as três corporações de bombeiros de Santo Antão (Porto Novo, Paul e Ribeira Grande), além de muitos populares residentes no Planalto Leste.

Este foi o segundo incêndio de grande proporção ocorrido no perímetro Planalto Leste nos últimos seis anos, depois do fogo ocorrido em 2018, que consumiu 200 hectares da floresta e terrenos agrícolas.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest