Santo Antão: Sinalização de percursos pedestres vandalizada na rota de Chã de Feijoal a Topo de Coroa

A sinalização de percursos pedestres foi vandalizada na rota de Chã de Feijoal a Topo de Coroa, no município do Porto Novo, ilha de Santo Antão, segundo comunicado da Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM).

Neste trajecto, conforme avançou a ADPM, tinham sido colocadas estacas com marcações a tinta como forma de orientar os turistas e visitantes.

“Infelizmente as mesmas, foram vandalizadas. Facto que muito lamentamos, uma vez que o projecto se reveste de extrema importância para a estruturação e desenvolvimento do turismo sustentável que se almeja para a ilha de Santo Antão”, salientou.

A situação, segundo a ADPM, já foi devidamente reportada ao Instituto do Turismo de Cabo Verde (ITCV), autarquias locais e a Polícia Nacional.

A ADPM enfatizou que estes actos de “vandalismo” de equipamento público “não dignificam” Santo Antão e em nada contribuem para o desenvolvimento do turismo na ilha.

No entanto, segundo o comunicado, brevemente iniciarão os trabalhos de colocação das setas direccionais e dos painéis informativos ao longo dos percursos pedestres.

“Perante esta grave situação de vandalismo, ficamos obviamente apreensivos e preocupados que tais actos voltem a acontecer, prejudicando a promoção turística de Santo Antão e em última instância as próprias comunidades que beneficiam do crescimento turístico”, frisaram.

A sinalização dos caminhos vicinais de Santo Antão iniciou-se em Janeiro de 2023.

Na primeira fase, foi feito o levantamento do património, bem como dos serviços e equipamentos turísticos ao longo das rotas e comunidades próximas do Tarrafal e Monte Trigo.

Também avaliaram o estado dos caminhos vicinais e das zonas com potencial para a construção de miradouros e procederam ainda à identificação de pontos de interesse turístico e ao levantamento cartográfico.

A sinalização dos caminhos vicinais de Santo Antão foi feita através do consórcio formado pela Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM) juntamente com Portugal Active Tourism in Holidays (PATH) e Letras Encantadas Estudos e Projetos.


Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest