Santo Antão: União Europeia destaca projeto sobre sistemas agroflorestais no combate às alterações climáticas nesta ilha

 O projeto sobre sistemas agroflorestais em Santo Antão, implementado pela Associação da Defesa do Património de Mértola, Portugal, tem sido referenciado por várias instituições pelo seu impacto no combate às alterações climáticas nesta ilha.

Desta vez, foi a União Europeia, financiador deste projeto, a destacar, através de uma nota, o facto de o projeto sobre sistemas agroflorestais em Santo Antão permitir a adoção de técnicas agroecológicas inovadoras, a melhoria da disponibilidade de água para a agricultura e a formação de agricultores.

“Este projeto financiado pela União Europeia e executado pela Associação de Defesa do Património de Mértola e vários parceiros, apoia os agricultores de Santo Antão a aumentar a produção agrícola, a melhorar a qualidade de vida e a reduzir as desigualdades”, explica a mesma fonte.

O projeto está a ser implementado em Casa do Meio e nos planaltos Norte e Leste de Santo Antão, onde foram instalados campos de experimentação de técnicas agroecológicas.

O projeto enquadra-se na iniciativa “Aliança Global de Combate às Alterações Climáticas + África Oeste” (GCCA + AO), financiada pela União Europeia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest