São Filipe: Presidente da câmara “preocupado e apreensivo” com transportes a um mês do início das festas municipais

O presidente da câmara de São Filipe, Nuías Silva, mostrou-se “preocupado e apreensivo” com a situação dos transportes aéreos e marítimos de e para a ilha Fogo quando se está a um mês do início das festas municipais.

“Estamos nas vésperas das festas de São Filipe, uma das maiores festas tradicionais do país, que mobiliza muita diáspora foguense e todo o território nacional para durante uma semana participar nas atividades”, referiu Silva, que se mostrou, por isso, “preocupado e apreensivo” com a situação dos transportes

“Preocupa-nos de facto porque, hoje 26 de Março, ainda temos um quadro de muita incerteza relativamente àquilo que são as ligações aéreas inter-ilhas, e neste último mês temos sofrido grandemente com cancelamentos quase, dia sim, dia não, e há dois dias não tivemos voos para a ilha”, declarou o autarca.

Nuías Silva apelou aos parceiros para o diálogo e construção de soluções que permitam uma mobilidade, quer pela via aérea, quer pela via marítima, no mês de Abril, para que todos aqueles que nas ilhas ou na diáspora pretendam visitar ilha para participar das tradicionais festas de São Filipe possam chegar à ilha “sem constrangimentos”.

“Há muita procura pelos voos e estamos em crer que possamos vir a ter Bestfly e TACV na parte aérea e a Cabo Verde Inter-ilhas na parte marítima”, reforçou.

Nuías Silva está “muito apreensivo” sobre esta matéria porque, explicou, a ilha deveria estar numa situação de “maior conforto” e de “maior programação”, sublinhando que os hotéis e agências aguardam pela programação para poderem fazer os pacotes para as festas de São Filipe que inclua, não só transportes, mas também alojamento e excursões.

Mesmo assim, revelou “esperança” em como, nos próximos dias, a situação estará “mais organizada” para o benefício da economia da ilha.

Acrescentou que a câmara vai pedir reforço dos voos da Bestfly e da TACV para altura das festas, de modo a fazer o maior número de voos possível para a ilha, lembrando que tradicionalmente são dois voos diários e que na época de São Filipe há necessidade de três a quatro voos/dia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest