São Vicente: Duzentas crianças participam do campeonato africano das escolas com projeto-piloto no Mindelo

A ilha de São Vicente recebe de hoje até quinta-feira a fase de apuramento para participação no campeonato africano de futebol nas escolas e que em Cabo Verde tem projeto-piloto no Mindelo englobando duzentas crianças.

O torneio é organizado pela Confederação Africana de Futebol (CAF), mas, a fase de apuramento em Cabo Verde tem pela frente a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), que decidiu arrancar com o projeto, em São Vicente, devido a questões logísticas, conforme avançou à imprensa a vice-presidente, Silmara Sousa.

Questionada sobre a importância do evento para o País, a mesma fonte apontou as oportunidades que podem surgir para os jovens como de “intercâmbio, conviver, divertir e ainda é uma forma de encontrar talentos”.

“A federação vê com bons olhos e a nossa intenção é dar mais dinâmica ao futebol escolar, e já falámos com as câmaras municipais e o IDJ [Instituto do Desporto e da Juventude]”, sublinhou Silmara Sousa, para quem é preciso começar pela base para encontrar novos jogadores para a seleção cabo-verdiana de futebol.

A prova arrancou hoje, no Centro de Estágio do Mindelo, e decorre até quinta-feira com participação de quatro escolas da ilha, Liceu Ludgero Lima, Escola Técnica do Mindelo, Liceu José Augusto Pinto e Escola Salesiana, tendo ficado de fora a Escola Secundária Jorge Barbosa, que, segundo a organização, alegou imprevistos para a ausência.

Sendo assim, conta-se com 200 crianças, 25 do escalão masculino e 25 do escalão feminino (sub-15) por cada escola, tal como avançou o coordenador do projeto, José Luís Gomes.

“O projeto, com certeza, vai dar um outro `input´ ao desenvolvimento do futebol nas escolas.

Sabemos que a iniciação desportiva é uma peça fundamental para o desenvolvimento de qualquer modalidade desportiva”, sublinhou o responsável, que considerou ser “muito bom” se a ideia alargasse para outras modalidades.

Os vencedores da prova, tanto em feminino, como em masculino, que vão ser conhecidos nesta quinta-feira, 29, participam do campeonato africano da zona II, que deverá acontecer em Novembro, no Mali e, caso vençam, poderão participar num torneio a nível continental.

Após esse arranque em São Vicente, Silmara Sousa garantiu que no próximo ano, o projeto deverá ser alargado às outras ilhas para dar oportunidade a outras escolas.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest