São Vicente: Paulo Veiga reitera engajamento do Governo em garantir segurança marítima

São Vicente: Paulo Veiga reitera engajamento do Governo em garantir segurança marítima

O ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, reforçou hoje o engajamento do Governo em dotar as instituições do sector marítimo, com responsabilidade na área de segurança, de meios materiais e humanos para cumprir as suas funções.

Paulo Veiga falava na abertura da formação sobre prevenção e investigação de acidentes marítimos, promovida pelo Instituto de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos e Marítimos (IPIAAM).


Segundo o governante, o objectivo é “materializar os compromissos do Estado para com a organização marítima internacional e suas convecções”.


O mesmo lembrou que para garantir a segurança dos mares e dos portos, todos os meios devem ser assegurados e que deverá existir um nível de segurança capaz de evitar as diferentes situações de risco às actividades marítimas e às pessoas em geral.


“Estamos paulatinamente, mas de forma muito segura, a trabalhar para dotarmos as instituições de capacidade própria para o desenvolvimento do sector marítimo de acordo com as leis da República. Esforços vêm sendo desenvolvidos para uma capacitação cada vez mais efectiva do sector”, garantiu o ministro.


Em jeito de remate, Paulo Veiga reforçou, igualmente, o compromisso do Governo de transformar o mar num verdadeiro vector de desenvolvimento das ilhas.


Por sua vez, o presidente do conselho directivo do IPIAAM, Mário Gomes, referiu que a formação, que acontece dois anos da tomada de posse da direcção do instituto, é um passo “importante” com o objectivo de tornar os transportes marítimos mais resilientes, seguros e eficientes.


Para este responsável, a formação representa uma “mudança de paradigma nos transportes marítimos que se quer alicerçar numa cultura virada para a prevenção de incidentes e acidentes”.


“Neste novo ciclo os formandos a partir dos conhecimentos adquiridos e consolidados terão enorme responsabilidade de serem os promotores e agentes de segurança dentro das vossas próprias instituições”, lançou Mário Gomes que anunciou também uma formação sobre a investigação em acidentes aeronáuticos no mês de Maio.


Também usou da palavra o formador Vlado Francis que garantiu que este curso, que terá uma vertente de educação marítima, decorrerá numa metodologia que permitirá melhorar a capacidade dos formandos e partilha de experiências.


Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us